Mercedes faz a primeira dobradinha da temporada com Hamilton e Bottas



E neste domingo (13) na Espanha a Mercedes conquistou pela primeira vez nesta temporada uma dobradinha, com Lewis Hamilton vencendo a sua segunda corrida consecutiva e Valtteri Bottas em segundo.

O inglês da Mercedes se manteve dominante desde a primeira volta sem receber qualquer ameaça de seus rivais e cruzou a bandeirada com 20s de vantagem para o seu companheiro de equipe Valtteri Bottas.

O finlandês por sua vez teve uma corrida mais movimentada e na largada chegou a perder a segunda colocação para Sebastian Vettel da Ferrari, com isso o piloto da Mercedes ficou atrás do alemão até que Esteban Ocon teve que abandonar a prova e com isso o Safety Car Virtual foi acionado, e como Vettel estava numa estratégia de 2 paradas, Bottas acabou o superando para a alegria da Mercedes que com isso viu seus dois carros terminaram nas duas primeiras colocações. O alemão da Ferrari por sua vez não ficou nada contente já que além de perder a posição para Bottas ainda viu Verstappen da Red Bull supera-lo fazendo assim com que o mesmo ficasse pela terceira vez consecutiva sem subir no pódio.

Max Verstappen terceiro colocado teve um momento complicado na corrida, que foi quando ele acabou tocando em uma Williams e com isso perdeu um pedaço da sua asa dianteira, mas isso não fez falta a ele já que após superar Vettel ainda continuou tendo um bom ritmo.

O quinto colocado foi Daniel Ricciardo que nenhum momento da corrida mostrou ritmo para brigar pelo pódio mesmo tendo feito as melhores voltas da corrida, ele que terminou a corrida a cerca de 25s atrás de seu companheiro de equipe e a 50s do vencedor, e isso por causa de uma rodada que ele deu durante o VSC .

A equipe Haas novamente teve um fim de semana mais ou menos, isso porque Kevin Magnussen conseguiu cruzar a linha de chegada na sexta colocação após fazer uma boa corrida, porém Grosjean novamente não terminou a corrida, só que desta vez ele acabou causando um sério acidente ainda na primeira volta por falta de negligência  e acabou tirando mais dois pilotos da corrida, Hulkenberg e Gasly. O francês que no momento que perdeu o controle do carro na curva 3, em vez de tirar o pé do acelerador para deixar o carro escapar para fora da pista onde não haveria risco algum, ele acabou permanecendo com o pé no acelerador colocando o carro de volta para a pista no meio do grid e com isso era praticamente impossível que outras pilotos não se envolvessem no acidente. Devido a isso ele perderá 3 posições no grid de largada do GP de Mônaco .

Os pilotos da 'casa', Carlos Sainz Jr e Fernando Alonso terminaram a corrida em sétimo e oitavo lugar. O espanhol da Mclaren até teve uma largada boa mas a partir da curva 2 e 3 ele acabou tendo alguns imprevistos sendo um deles tendo que ir para fora da pista para escapar do Grosjean, e com isso ele perdeu a posição para Leclerc que lhe custou um tempo precioso já que ele acabou largando com o supermacio que em algumas voltas já havia acabado e por causa disso chegou até ser pressionado por Ocon que mais tarde viria abandonar a corrida, mas quando o VSC foi acionado ele teve uma de suas rápidas reações e conseguiu superar o carro da Sauber, mas já era tarde para tentar melhorar a sua colocação.

Sergio Perez conseguiu salvar uns pontos para a Force India ao cruzar a bandeirada na nona colocação seguido por Charles Leclerc que novamente fez uma excelente corrida e conseguiu pontuar com a Sauber e com isso no campeonato de construtores a equipe suíça fica apenas 2 pontos para superar a Toro Rosso e assumir a oitava colocação.

Kimi Raikkonen que havia tido problemas no terceiro treino livre voltou a apresentar problemas durante a corrida e com isso precisou abandonar a corrida.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário