Hamilton quebra recorde e conquista pole position para o GP da Espanha

Lewis Hamilton é pole position na Espanha - Sam Bloxham / LAT Images

E deu a lógica do fim de semana até aqui, Lewis Hamilton quebrou o recorde da pista que havia sido estabelecido por ele mesmo na última sessão de treinos livres e conquistou a sua pole position número 74 no circuito de Barcelona e a segunda nesta temporada, com isso ele largará amanhã (12) na primeira fila seguido pelo seu companheiro de equipe Valtteri Bottas que novamente ficou bem próximo.

A Mercedes que neste sábado (12) garantiu a primeira fila voltou a mostrar aquele bom desempenho que a gente ficou acostumado de ver, e a diferença entre Hamilton e Bottas foi de apenas 0,040s. Entretanto para amanhã a equipe terá que fazer uma boa estratégia caso queira terminar com seus dois carros nas duas primeiras colocações já que a previsão é de chuva durante a corrida e isso pode mudar muita coisa e até ajudar algumas equipes, como é o caso da Red Bull.

As Ferrari ficaram com o terceiro e quarto tempo, Sebastian Vettel que utilizou o composto macio para conseguir ficar na cola das 'flechas de prata' e foi cerca de 0,1s mais lento do que o melhor tempo enquanto Kimi Raikkonen que também utilizou o composto macio que parecia ser bem melhor que o supermacio em alguns carros tomou quase meio segundo do tempo de Hamilton.

Max Verstappen e Daniel Ricciardo da Red Bull ficaram nas colocações de sempre, quinto e sexto lugar, porém o que chamou a atenção foi que o jovem piloto holandês que utilizou o composto supermacio para fazer a sua melhor volta foi apenas 0,002s mais rápido do que o australiano que utilizou o composto macio para marcar seu melhor tempo. A dupla da Red Bull que pode ser a mais beneficiada caso amanhã (12) realmente chova durante a corrida, já que com pista molhada a potência do motor acaba tendo sua importância um pouco diminuída.

O melhor do resto como já era esperado ficou com Kevin Magnussen da equipe Haas que cravou o sétimo tempo enquanto seu companheiro de equipe Romain Grosjean fechou o top 10.

Entre as duas Haas, tivemos os pilotos da 'casa' Fernando Alonso e Carlos Sainz Jr que marcaram respectivamente o oitavo e nono tempo.

Quem não teve um treino muito bom foi Nico Hulkenberg companheiro de equipe de Carlos Sainz Jr na Renault, que durante o Q1 acabou tendo problemas de câmbio e com isso marcou apenas o décimo sexto tempo.

Brendon Hartley como era esperado ficou de fora da classificação para que a equipe conseguisse reparar o seu carro após a forte batida que ele teve na última sessão de treinos livres.

As Williams novamente voltaram a ficar nas últimas colocação com Sergey Sirotkin em décimo oitavo e Lance Stroll em décimo nono.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário