Com bandeirada vermelha no final , Hamilton comanda dobradinha da Mercedes na última sessão de treinos livres do GP da Espanha

Lewis Hamilton - Gleen Dunbar / LAT Images

E deu Mercedes novamente na ponta da tabela de tempos, Lewis Hamilton continuou repetindo neste sábado o bom desempenho de ontem (12) e cravou o melhor tempo do fim de semana e quebrou o recorde que era de seu companheiro de equipe, cravando 1min17.281s.

Logo atrás Valtteri Bottas confirmou o bom momento da Mercedes ao ficar com o segundo melhor tempo sendo apenas 0,013s mais lento que Hamilton.

A sessão acabando terminando com bandeirada vermelha após Brendon Hartley da Toro Rosso perder a traseira de seu carro e ir parar na na barreira de pneus, devido a forte batida é bem provável que não devemos ver Hartley participando do treino classificatório, ele que terminou a sessão com o décimo sétimo tempo.

Os pilotos da Ferrari, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen ficaram com o terceiro e quarto tempo, eles que diferente da Mercedes passaram a sessão inteira utilizando apenas os compostos supermacios enquanto os alemães utilizaram mais vezes os compostos macios, dando a entender que eles devem ir para a pista no Q2 com os pneus macios para largar amanhã (12) com um pneu mais duradouro.

Daniel Ricciardo foi a melhor Red Bull na sessão fazendo o quinto melhor tempo enquanto seu companheiro de equipe Max Verstappen ficou com o décimo segundo, porém o holandês utilizou apenas os compostos médios.

Kevin Magnussen e Romain Grosjean da equipe Haas foram novamente os melhores do resto cravando o sexto e o sétimo tempo respectivamente. A Haas que vem de fato mostrando um grande desempenho neste fim de semana na Espanha e se isso se confirmar no treino classificatório eles tem tudo para terem o melhor fim de semana da equipe até aqui.

Os pilotos da 'casa' ficaram com o oitavo e nono tempo, com Carlos Sainz Jr da Renault superando seu compatriota Fernando Alonso.

A Mclaren que mesmo com o seu novo pacote aerodinâmico ainda parece não ter um bom ritmo já que com exceção de Alonso, o outro carro da equipe que é guiado pelo belga, Stoffel Vandoorne cravou apenas o décimo quarto tempo.

Fechando o top 10 tivemos Pierre Gasly da Toro Rosso que fez uma bela volta e por muito pouco não superou a Mclaren de Alonso.

E como virou costume neste fim de semana as duas última colocações ficaram com o pilotos da Williams com Stroll novamente superando seu companheiro de equipe, entretanto nesta última sessão o russo reduziu a diferença para o canadense e foi apenas 0,009s mais lento.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário