Hamilton supera Raikkonen por apenas 0,007s e lidera segunda sessão de treino livre na China

Lewis Hamilton - Andrew Hone/LAT IMAGES

E a segunda sessão de treino livre para o GP da China, foi marcada pelo grande equilíbrio entre as Mercedes e as Ferrari, já que de Lewis Hamilton que fez o melhor tempo da sessão para Sebastian Vettel que ficou com o quarto tempo a diferença foi de apenas 0,1s.

Lewis Hamilton que liderou a segunda sessão, diferente da primeira, ele não teve nenhuma folga e por pouco não perdeu a ponta já que Kimi Raikkonen que chegou a liderar a sessão durante o estágio em que todos utilizam o composto macio, resolveu fazer uma volta de classificação utilizando os compostos ultra-macio porém acabou pegando uma Sauber no caminho que literalmente lhe custou tempo suficiente para não conseguir dar o troco em Hamilton e retomar a ponta. O finlandês da Ferrari que terminou apenas à 0,007s atrás do inglês.

O terceiro e o quarto tempo ficaram com Valtteri Bottas e Sebastian Vettel, ambos que estiveram na mesma estratégia de pneus, utilizando apenas os compostos ultra-macio e o médio, enquanto os dois primeiros preferiram utilizar os compostos macios e ultra-macio. Bottas conseguiu mostrar um bom ritmo na sessão e conseguiu ficar apenas à 0,033s do tempo marcado por seu companheiro de equipe, enquanto o líder do campeonato, Vettel, ficou à 0,1s. 

Max Verstappen sem muito o que fazer devido ao deficit do motor Renault, conseguiu fazer o quinto tempo porém à 0,3s atrás do tempo marcado por Hamilton, enquanto Daniel Ricciardo não conseguiu acertar a sua volta rápida e terminou a sessão na nona colocação tomando 0,7s de seu companheiro de equipe.

O sexto tempo ficou com Nico Hulkenberg da Renault que foi seguido de perto por Kevin Magnussen da Haas, e pelo seu companheiro de equipe na Renault, Carlos Sainz. 

Fernando Alonso da Mclaren conseguiu terminar a sexta-feira na China no top 10, superando Sergio Perez da Force India e Pierre Gasly.  Entretanto Stoffel Vandoorne que vinha numa volta rápida para assim tentar igualar ou superar seu companheiro de equipe, acabou sendo pego de surpresa com uma roda solta o que fez com que ele tivesse que encostar seu carro na área de escape, e com isso sem melhorar o seu próprio tempo terminou apenas na décima quarta colocação. 

O último tempo da sessão ficou com Lance Stroll da Williams que mesmo utilizando apenas o composto ultra-macio ainda ficou à quase 2s atrás do tempo marcado por seu companheiro de equipe.


Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário