Force India tem sérias dificuldades financeiras que coloca sua permanência na F1 em risco



A Force India que terminou a última temporada na quarta colocação, vem desde a pré-temporada sem mostrar grandes desempenhos e na primeira corrida deste ano comprovou que eles não são mais competitivos como foram no ano passado. 

E para piorar a situação da equipe, eles estão passando por sérias dificuldades financeiras e quem confirmou isso foi Bob Fernley, diretor da Force India,  que declarou a revista alemã 'Auto Bild' que as próximas semanas serão cruciais para a permanência da equipe no grid da F1. 

A Force India que junto da FOM irá tentar um adiantamento do valor que eles devem receber pelo quarto lugar no campeonato de construtores do último ano, que é um total de US$ 72 milhões, entretanto para isso eles precisarão da aprovação unânime das outras equipes e a Williams que é uma das rivais da equipe anglo-indiana acabou vetando fazendo assim com que o sinal de alerta da Force India fosse ligado . 

"As próximas quatro semanas decidirão se sobreviveremos. Vou ter que levantar muito dinheiro em um curto espaço de tempo. Para isso, sempre precisamos da aprovação das outras equipes, e dessa vez a Williams impôs o veto" - revelou. 

Mas Bob Fernley diz que tem um plano B para salvar a equipe mas: "Eu tenho um plano que poderia funcionar nas próximas duas a três semanas”- declarou.

A Force India que foi ligada a rumores de uma possível venda para a Rich Energy, marca britânica de bebidas energéticas, mas que foi desmentida pela própria equipe. 

E pensando sobre a questão de conseguir mais patrocinadores a equipe pretendia mudar de nome para está temporada mas acabou sendo frustrada e teve que adiar está mudança para a temporada de 2019.



Share on Google Plus

About Raphael Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário